Descobrindo Sabbat e sua insanidade oriental

Sabbat (não confundir com a banda homônima do Reino Unido), composto atualmente por Gezol e Zorugelion, é uma daquelas bandas que choca o ouvinte, tanto no aspecto musical quanto no aspecto visual, além de outras peculiaridades.

Apesar desta lendária banda de black/thrash/heavy metal estar na ativa desde 1983, meu primeiro contato com a banda foi apenas em 2003. Na época, o fórum da Fullmoon Productions era minha fonte de novidades underground e foi lá que descobri o Sabbat.

Lembro-me de ver uma foto de uma banda japonesa com um integrante (Gezol) vestido apenas com o que parecia ser uma cueca fio-dental de couro.

A princípio achei que aquilo fosse uma piada, mas aos poucos comecei a perceber que havia uma legião de fãs do Sabbat no fórum, o que me deixou intrigado.

Capa e contracapa do álbum “Envenom”

Além disso, fiquei ainda mais surpreso com o fato de os membros do fórum pagarem pequenas fortunas pelos 7” EPs e alguns CDs da banda. Sinceramente, parecia que havia uma espécie de culto à banda!

Na época, o disco “Karmagmassacre” havia acabado de ser lançado e as pessoas diziam ser um dos melhores lançamentos do ano. Percebi que eu deveria (tentar) esquecer a imagem do japonês de cueca e checar o som da banda, sem pré-concepções.

Consegui baixar da internet o CD “The Dwelling” e fiquei impressionado com o som. Era algo que eu nunca havia ouvido igual. Era um som podre que fazia jus à proposta visual da banda e, ao mesmo tempo, melódico, com uma atmosfera verdadeiramente oriental e satânica.

Outro fato que me deixou abismado foi o fato de o CD ser composto por apenas uma música de 59 minutos, uma verdadeira insanidade musical, mas que de alguma forma faz total sentido. A capa da edição original do álbum é também maravilhosa, aliás, todos os CDs deles têm capas muito legais.

Bom, acho que não preciso nem dizer que também me juntei ao culto e comecei a colecionar os CDs da banda, uma tarefa árdua e especialmente cara.

Os primeiros CDs que eu comprei foram o “The Dwelling“, o “Karisma” (ou “Charisma”) e o “Satanasword“. Talvez por ironia do destino (ou não), esses 3 álbuns primam por apresentar um Sabbat um pouco mais maduro, com composições mais coesas e uma produção um pouco mais elaborada.

O disco “Karisma“, lançado em 1999, foi o primeiro full-length da banda a ser lançado por uma gravadora que não fosse pela Evil Records, gravadora do próprio Gezol. Este disco e todos os outros posteriores a este foram lançados pela gravadora alemã Iron Pegasus, o que deu uma exposição bem maior à banda.

Já os outros discos anteriores ao “The Dwelling”, de 1995, primam por um som com uma pegada bem mais tosca e thrash. Acho que todos são obrigatórios pra quem curte esse estilo, mas sugiro em especial o “Envenom” e o “Fetishism“, pois são um verdadeiro tributo à bandas como Venom, por exemplo. Mas não se iluda, tudo do Sabbat é tosco e satânico em maior ou menor intensidade.

Capas originais de “Fetishism” e “The Dwelling”

Estes primeiros materiais da banda são extremamente limitados e foram em sua grande maioria lançados pela já mencionada Evil Records. Os CDs são limitados a 500 cópias, o que torna quase impossível conseguí-los.

Para você ter uma ideia, em 2011 ou 2012, não me lembro agora, apareceu no eBay uma cópia da edição original do primeiro CD deles de 1991, o “Envenom“. Eu dei um lance de 330 dólares no CD e ainda assim não consegui ganhar o leilão.

Quando mencionei no início do post “outras peculiaridades” me referi à discografia da banda. A Sabbat é também famoso por lançar dezenas de EPs Split e/ou Ao Vivo.

Sinceramente, nunca me interessei em tê-los porque são realmente para fãs mais die-hard, pelo fato de serem muito limitados e conterem pouco ou quase nenhum material inédito.

Que eu saiba, a discografia completa da banda, incluindo demos, EPs, split EPs, full lengths e material ao vivo, é composta por aproximadamente 150(!) lançamentos. Isso sem mencionar os tributos. É simplesmente insano! A propósito, convido você leitor a ouvir a versão que a Lutemkrat gravou da música Charisma para um tributo ao Sabbat.

Felizmente, hoje em dia, todos os CDs full length do Sabbat são relativamente fáceis de conseguir, pois foram todos relançados. Por isso, se você curte a banda ou vai começar a curtir agora, não se preocupe, você não vai precisar investir uma fortuna na sua coleção. Inclusive temos na loja da MindScrape alguns lançamentos desta lendária banda japonesa por um preço bem acessível, caso você tenha interesse.

Gosta da banda ou tem algo a compartilhar? Comente no campo abaixo e compartilhe nas redes sociais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *